IRS | deduções ao IRS de 2009

1.Faça o seu planeamento fiscal
O novo ano já começou e a forma como vai gerir as suas contas nos próximos meses irá determinar o saldo da sua factura de IRS. Decisões tão simples como comprar um computador próprio, subscrever um plano poupança reforma (PPR) ou investir em equipamentos de energias renováveis são investimentos que podem compensar quando da apresentação da declaração de IRS. Nem é preciso ir tão longe. O simples acto de guardar todas as facturas de despesas com a saúde ou com a educação dos seus filhos também fazem a diferença. O Negócios fez uma simulação de quanto pode poupar se utilizar os benefícios e as deduções legais que tem ao seu dispor. A partir do exemplo de uma família-tipo constituída por um casal, com idades entre os 36 e os 40 anos, com dois filhos, de 4 e 10 anos, pedimos à consultora PriceWaterhouseCoopers que calculasse a diferença para uma declaração sem deduções à colecta e, outra, com as devidas deduções. Os resultados estão à vista. Caso faça um planeamento fiscal correcto, a poupança é de várias centenas de euros. Por isso, comece já a gerir as suas contas para 2009, pois a sua conta bancária agradecerá. De acordo com os nossos cálculos, se um casal com um rendimento bruto anual de 42 mil euros (1.500 euros mensais por cada membro do casal) seguir os seguintes passos, pode deduzir 4.371,70 euros. No caso desta família, a primeira dedução diz respeito às deduções pessoais de cada membro do agregado. Estas deduções são concedidas por sujeito passivo e dependente, correspondendo a 55% e 40% do Salário Mínimo Nacional, respectivamente. Para uma família com a tipologia escolhida, as deduções pessoais são de 855 euros.
Quanto valem as deduções pessoais €855

2. Deduza até 30% do total do valor das despesas de saúde
As despesas de saúde são a única dedução fiscal sem um limite máximo. Todos os gastos com a saúde podem ser deduzidos da sua factura de IRS até 30% do valor total. Uma consulta no dentista ou no pediatra, comprar medicamentos ou pagar o aparelho para os dentes do seu filho são alguns dos exemplos de despesas que pode abater no seu IRS. Esta família apresentou gastos anuais de mil euros em saúde, abatendo 300 euros.
Valor da dedução por despesas de saúde €300

3. Proteja a sua família com um seguro de saúde e abata no IRS
Os seguros de saúde são mais uma forma de cortar no IRS. A lei permite abater 30% das despesas pagas com os prémios deste tipo de seguro. Além de proteger a sua família, um seguro de saúde pode, também, diminuir a sua factura de IRS. Na simulação efectuada pelo Negócios, calculámos um gasto de 840 euros com prémios dispendidos em seguros de saúde, o que resulta numa dedução de 252 euros.
Prémios de seguros de saúde a deduzir €252

4. Gastos com a educação dedutíveis até 720 euros
No caso das despesas com a educação e a formação, todas as pequenas coisas contam. Comprar uma borracha, uma caneta ou um caderno para a escola entra para as contas. Tudo o que precisa é de guardar todas as facturas e poderá deduzir à colecta até 30% do montante dispendido, com um limite máximo de 720 euros. No caso da família da simulação, as despesas permitiram obter o valor máximo dedução.
Despesas de educação deduzidas €720

5. Juros do crédito à habitação diminuem factura fiscal
Para quem recorreu a um crédito à habitação para comprar casa própria, o fisco permite deduzir as despesas com este encargo. À semelhança do que acontece com a saúde ou a educação, as Finanças fixam um limite de 30% de dedução à colecta dos valores pagos. Para despesas anuais no montante de 2.344 euros com o empréstimo da casa, é possível deduzir um máximo de 703,20 euros.
Dedução pelo empréstimo à habitação €703,20

6. Invista em equipamentos de energias renováveis
O tema das energias renováveis também já chegou ao Ministério das Finanças. Um investimento nesta área pode, por isso, revelar-se uma forma de abater a factura de IRS. Se, nos próximos meses, decidir adquirir equipamentos “verdes”, pode descontar até 30% do investimento na declaração fiscal do próximo ano. No máximo, o fisco abate até 796 euros do investimento na colecta.
Abatimento pela aposta em energias renováveis €796

7. Compre computador pessoal e poupe 250 euros
A aquisição de computadores, “software” e outro material informático para uso pessoal também são dedutíveis à colecta. No caso de comprar, por exemplo, um computador, pode abater na declaração de IRS até metade do valor. Mas, atenção, apesar de permitirem deduzir 50% das despesas com a aquisição de material informático, as Finanças fixam um máximo de 250 euros, independentemente do que pagou pelo aparelho.
Dedução pela compra de um computador €250

8. Poupança para a reforma também tem benefício fiscal
Os PPR são um dos produtos com direito a benefício fiscal. Neste caso, o Estado permite deduzir até 20% do investimento realizado durante este ano. O limite dedutível varia de acordo com a idade. Para pessoas com idade até 35 anos, a dedução máxima é de 400 euros, enquanto entre os 35 e os 50 anos é de 350 euros e, com mais de 50 anos, é de 300 euros. Neste caso, apenas um dos membros do casal subscreve um PPR.
Dedução pelas contribuições para um PPR €350

9. Prémio de seguro de vida pode ser abatido até 25%
Todas as despesas relacionadas com prémios pagos de seguros de acidentes pessoais e seguros de vida, que são obrigatórios nos empréstimos à habitação, podem ser abatidos até 25%, com um limite máximo de 128 euros por casal. No caso concreto, partimos de um pressuposto de despesas anuais no valor de 512 euros, o que dá direito ao benefício máximo na entrega da declaração de IRS.
Abatimento pelo prémio dos seguros de vida €128

10. Ajude alguém e desconte
Ao contrário do que possa pensar, a solidariedade também é tida em conta no momento da entrega do seu IRS. Os donativos estão entre os vários benefícios fiscais contemplados pelo Estado. Donativos a associações de beneficiência, instituições de solidariedade social ou associações culturais podem ser abatidos até 25%. Um donativo de 50 euros à Cruz Vermelha efectuado pelo agregado desta simulação permite deduzir 17,50 euros.
Parcela dedutível do donativo €17,50

11. Em vez de pagar, receba 3.117 euros
Os pequenos gestos fazem toda a diferença. Esta família, caso não tivesse realizado as deduções, teria que pagar 1.254,56 euros adicionais ao fisco. Este valor resulta da diferença entre o imposto apurado antes de deduções (6.294,56 euros) e as retenções já efectuadas na fonte (5.040 euros). Com as devidas deduções, que totalizam 4.371,70 euros, esta família receberá mais de 3117 euros nos reembolsos de 2010.

Deduções permitem receber € 3.117
Sem deduções esta família pagaria mais €1.254
Quanto poupa € 4.371
Fonte:  Jornal Negócios

One Comment to “IRS | deduções ao IRS de 2009”

  1. Nunca entendi muito de fiscalidade…porem não entendo o porque de as despesas tterem estas limitações todas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: