Estrutura “base” para um Plano de Marketing

Importa referir que o plano e a sua estrutura devem ser adaptados à realidade da empresa.

Lembrem-se também que o plano de Marketing é uma ferramenta de trabalho, não é algo para ficar na gaveta, sem qualquer alteração, porém, as alterações devem ser efectuadas e ajustadas, essencialmente, a partir das variáveis operacionais (ponto 5). Fazer alterações nos pontos anteriores, pode “confundir” o mercado e a própria organização empresarial.

1 – Efectue um diagnóstico da situação

Análise da concorrência, do mercado, análise macro-ambiental (análise PESTE – factores Politico – Legais, factores Económicos, factores Sócio-Culturais, factores Tecnológicos e factores Ecológicos), Análise do posicionamento da empresa (fase de penetração? de Crescimento? de Maturidade? de Declínio?), analisar a actual politica de Marketing Mix, levantamento de estratégias implementadas.

É indispensável ficar por dentro de tudo o que se tem feito na organização.

Várias matrizes/metodologias podem complementar todo o processo de análise, como por exemplo;

* Matriz GE ou Matriz McKinsey
* Matriz de Ansoff
* Matriz BCG

2 – Faça a análise SWOT

Depois da análise de diagnóstico, tem que se conseguir identificar, claramente, quais são os seus pontos fortes, pontos fracos, oportunidades e ameaças.

É feita uma Matriz que nos leva às principais linhas estratégicas para o plano. Pode ser preciso recorrer a várias metodologias para ter um resultado final, mais eficiente, na SWOT

3 – Defina os objectivos de marketing

Este detalhe é muito importante. Temos que saber claramente o que queremos atingir, num determinado período de tempo. Não devemos dizer apenas “quero ser líder de mercado”. Temos que ser específicos, realistas e muito objectivos.

Existem algumas metodologias para “desenhar” os objectivos, como é o caso da que defende que os objectivos devem ser S.M.A.R.T = Specific, Measurable, Attainable, Realistic, Time. Há outras.

4 – “Desenhe” a estratégia de marketing

Esta fase do plano refere essencialmente 2 variáveis;

* Segmentação (agrupamento de pessoas com características mais, ou menos, homogéneas). Não podemos atingir toda a gente , por isso, temos que definir claramente quem é e onde está o nosso “público-alvo”
* Posicionamento (forma como queremos que percepcionem a nossa empresa/produto, ou seja, é a nossa imagem/identidade)

É importante encontrar factores de diferenciação (como vai ser diferente dos outros? O que os faz diferente?) e identificação (como vamos ser identificados pelo mercado?)

5 – Defina as variáveis operacionais (marketing-mix)

Aqui é estabelecer as estratégias operacionais, ou seja, que estratégias vamos implementar ao nivel;

* do Produto? (embalagem às cores, garantia de 10 anos, .. );
* do Preço? (vamos ser mais baratos que a concorrência? Mais caros?);
* da Distribuição? (temos distribuição própria? Vamos distribuir online? .. );
* da Comunicação? (como vamos comunicar? que acções vamos promover? que objectivos tem a nossa comunicação? que mensagem queremos passar? Vamos para o mercado digital? para o “mass media”?)

Estes são os tradicionais 4 Ps do Marketing, mas há outros Ps (e sem ser Ps) que devem ser trabalhados, nomeadamente ao nível dos Processos, das Pessoas, das Emoções, etc..etc..

6 – Orçamente

Quanto vai custar cada acção?

Quanto vai custar cada estratégia?

Quais as previsões?

Qual o investimento?

Quais os gastos que vamos ter que suportar? Por quanto tempo?

Quanto mais detalhada for a orçamentação, menores serão as surpresas desagradáveis e os imprevistos.

7 – Controle e análise dos resultados

Como vamos monitorizar os resultados?

Quais as acções que vamos promover para controlar e analisar os resultados?

Controlar é a única forma que temos para perceber se estamos a ir na direcção certa.

8 – Plano de contingência

Devemos ter um plano “B” para o caso de não estarmos a atingir os objectivos.

Por exemplo;

“Devemos investir no Marketing Digital se na 2ª semana de Outubro de 2010 a nossa quota de mercado for de 10% (o objectivo é atingir uma quota de mercado de 12% em Dezembro 2010)

“Estamos a fazer muita promoção para a nossa loja, por isso poderemos ter uma grande adesão. Para garantir capacidade de resposta, devemos reforçar a equipa mandando o individuo A e o B para o terreno”

É importante que cada acção tenha uma acção de contingência. Os imprevistos acontecem e criar vários cenários é diminui o risco.

9 – Actualize o plano

Na conjuntura actual, de forma alguma o plano de Marketing pode ser inflexível , por isso, é preciso fazer os ajustes necessários sempre que possível, principalmente ao nível operacional (Marketing Mix). Devemos ter o cuidado de actualizar, sem interferir, em demasia, com a componente estratégica (Segmentação e Posicionamento)
Frequentemente surgem novos concorrentes, novas estratégias, novas ameaças, novas oportunidades.

É importante manter o “plano de alerta” activo.

Dica final: Não percam demasiado tempo a planear. Sejam práticos e objectivos.

Fonte: MKT

Etiquetas:

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: